A atualização e o aperfeiçoamento são necessários para qualquer profissional que deseja se manter ativo e trabalhando da melhor forma, não é verdade?! E com os corretores de imóveis não poderia ser diferente. No post de hoje, falaremos melhor sobre essa questão. Confira a seguir!

Independente do emprego, quando se quer ser um bom profissional, são necessários muita dedicação e engajamento. E, quando se trata da venda ou aluguel de um imóvel, estamos lidando com os sonhos, expectativas e planos de vida de uma pessoa/família. Ou seja, não é brincadeira…

Os corretores, além de sua formação, precisam ter a sensibilidade de saber que essa não é uma decisão fácil, que não deve ser tomada de uma hora para a outra e precisa de um bom suporte (que ele oferecerá), uma vez que se trata de uma grande transformação de vida.

O cliente precisa tomar sua decisão com segurança, garantindo que, posteriormente, não ficará frustrado. Para isso, o corretor deve auxiliá-lo em diversos aspectos, tentando ajudá-lo e deixá-lo tranquilo, para que faça a melhor escolha, sem pressão, e, então, fique satisfeito com ela.

Esse profissional deve valorizar os detalhes, tendo o cuidado de ser sempre atencioso com o cliente e lhe passando segurança, explorando as informações passadas pelo consumidor, inclusive as não faladas, como com a linguagem corporal, por exemplo. Por isso, deve estar sempre atento e ser bom observador.

Ao falar de um imóvel, o corretor deve mostrar as características, além da propriedade, em si, da região, comodidades, segurança da área, comércio perto, hospitais, transporte público… Busque enaltecer os elementos que podem facilitar o cotidiano do seu cliente.

Organizar o tempo é uma das tarefas mais importantes na vida de um corretor de imóveis. É essencial saber dividir o dia entre os compromissos profissionais, pessoais, lazer, mas nunca deixando de lado o aperfeiçoamento, que pode ser feito através de cursos, palestras, encontros com outros corretores etc.

Estabelecer metas ajuda a mensurar e trilhar um caminho mais claro até aquele objetivo. Portanto, se você, corretor, tem algum sonho ou já o transformou em plano, divida-o em metas menores, ficando mais fácil ter a motivação constante tão necessária nesses momentos.

Vale ressaltar que, para ser um bom corretor, não é necessário apenas ter um diploma e a carteirinha do CRECI. Muito além disso, é importante se manter atualizado em relação à economia e política nacionais (e até internacionais, quando interferirem no ramo imobiliário), além de buscar manter uma boa relação com os clientes.

E essa boa relação pode acontecer de diversas formas, pois os clientes podem ser muito diferentes entre si, assim como suas necessidades, desejos, orçamentos… Mas é essencial que o corretor saiba escutá-lo e preste muita atenção em tudo que diz ou insinua, podendo, dessa forma, atendê-lo da melhor maneira.

Além disso, deve ter respeito pelos clientes, pelo mercado e, inclusive, pelos outros corretores. A postura de um corretor diz muito sobre esse e sobre o modo como ele trabalha. Busque se diferenciar pela excelência, aproveitando as oportunidades e evoluindo em sua carreira.

Esperamos que tenhamos conseguido incentivar você, corretor, a se manter atualizado, buscando, sempre, o aperfeiçoamento profissional e procurando manter uma ótima relação com seus clientes, o que faz toda a diferença, não só nos fechamentos de negócios, mas também no modo como você leva a sua vida. #FicaADica

 

Comentários

comentários